SILVIO PERSI - JORNAL SUDOESTE AGORA - NOTÍCIAS DE: POÇÕES - BAHIA - BRASIL - MUNDO


Aconteceu - 27/08/2009 09h48

 


Aconteceu - 27/08/2009  09h48
PEC dos Vereadores é aprovada em comissão especial
Rafael Branquinho
 
Arnaldo Faria de Sá: substitutivo reúne textos sem alterar mérito.
A proposta que reduz os gastos com os legislativos municipais foi aprovada na comissão especial que analisava o assunto. O texto também inclui o aumento do número de vereadores, que fazia parte da PEC 333/04, já aprovado pela Câmara no ano passado.

As mudanças faziam parte das propostas de emenda à Constituição 336/09 e 379/09. Elas foram aprovadas na forma do substitutivo do relator, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que recomendou a aprovação dos textos sem alterações. "Considero necessário manter intacto o texto de ambas as propostas, mesmo porque se os alterarmos serão devolvidos ao Senado Federal", explicou o parlamentar.

A PEC ainda precisa ser votada pelo plenário em dois turnos.

De acordo com o texto aprovado, o número de vereadores passa dos atuais 51.748 para até 59.791 e o percentual máximo das receitas tributárias e das transferências municipais para financiamento da Câmara de vereadores cai de 5% para 4,5% nas cidades com mais de 500 mil habitantes.

O aumento das vagas entrará em vigor assim que a PEC for promulgada, o que dará direito a cerca de 8 mil suplentes tomarem posse. Já a redução dos repasses passará a valer a partir do ano subsequente à promulgação da PEC.

Polêmica
Em 2008, a Câmara aprovou uma proposta que permitia o aumento do número de vereadores mas reduzia os repasses para os legislativos municipais. O Senado fatiou em duas a PEC aprovada pelos deputados. A parte que permitia o aumento do número de vereadores tornou-se a PEC 336/09. E as regras que reduziam as despesas foram incluídas na PEC 379/09, mas com percentuais de gastos mais altos.

O então presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), recusou-se a promulgar apenas a PEC 336/09, como queriam os senadores, sob a alegação de que eles romperam o equilíbrio do texto aprovado pelos deputados.

A recusa levou o então presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho, a entrar com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) exigindo a promulgação parcial da PEC 333.

Em março deste ano, as novas mesas diretoras das duas Casas decidiram analisar a parte que trata da limitação de gastos em outra proposta. O Senado desistiu do mandado de segurança no STF.

Tramitação
Se as PECs aprovadas hoje pela comissão especial também forem aprovadas pelo Plenário da Câmara sem modificações, o texto não precisará voltar ao Senado e seguirá para promulgação das Mesas Diretoras das duas casas.

Saiba mais sobre a tramitação de PECs

* Matéria atualizada às 12h33

Íntegra da proposta:
- PEC-336/2009
- PEC-379/2009

Notícias relacionadas:
CCJ aprova admissibilidade do aumento do número de vereadores
Deputado pede ao STF que mantenha ação sobre PEC dos Vereadores
Senado retira do STF ação contra a Câmara dos Deputados
Temer: PEC dos Vereadores precisará de nova análise na Câmara
Câmara responde ao STF sobre PEC dos Vereadores
Câmara decide não assinar promulgação da PEC dos Vereadores
Da Redação/ND

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara')

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br



Escrito por JORNAL SUDOESTE AGORA às 17h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DICAS DE SAÚDE - A alimentação e o comportamento das crianças

 

 

DICAS DE SAÚDE - A alimentação e o comportamento das crianças







A alimentação e o comportamento das crianças


Dr. Cesar Vasconcellos de Souza

 
Crianças são classificadas como portadoras de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) com muita frequência nos últimos anos. Pode ser cômodo achar-se um nome de doença, tecnicamente chamado de “diagnóstico”, para um comportamento, porque assim parece que se transfere os cuidados para profissionais de saúde. Mas é assim o caminho de solução nestes casos?
 
Pais precisam compreender, aceitar e praticar coisas como:
 
1)Quem manda em casa são os pais, não os filhos. E isto precisa ser mantido, ser algo claro, sem ditadura e rigidez, e sem ser negociável. Autoridade não se negocia.

2)Crianças podem se tornar rebeldes por reação à atitudes ruins de pais, como agressividade, porque algumas formas de disciplinar os filhos pode ser piores do que a coisa errada que as crianças fizeram.

3)É verdade que algumas crianças nascem mais inquietas que outras, mais agitadas, com temperamento de enfrentar. Estas necessitam de limites e serem encorajadas a desenvolverem autocontrole, o que se pode treinar ao se elogiar aquilo que elas conseguem, ao invés de criticar-se o que elas não conseguem.

4)Quando uma criança é severa e constantemente censurada por alguma falta que ela cometeu, a tendência é se desenvolver nela a crença de que ela não tem jeito.

5)Quando você censurar uma criança, ataque o que ela fez de errado e não ela. Se ficar atacando a criança, ela desanima e passa a crer que não tem jeito e que é realmente negativa e imprestável.

 
O tipo de alimentação também influencia o funcionamento cerebral. Crianças que ficam mais tempo assistindo televisão ou em vídeos games têm mais agitação. Crianças que usam mais alimentos estimulantes também são mais inquietas. Açúcar refinado não só diminui a potência do sistema imunológico como afeta a performance cerebral. E quando o açúcar fermenta no corpo humano um dos resultados é o entorpecimento da mente.
 
6)Elimine bebidas e remédios com cafeína – refrigerantes tipo “cola” inclusive guaraná, chá preto, chá mate, chá verde, analgésicos com cafeína na fórmula.

7)Evite doces, balas, biscoitos, sorvete, chiclete, chocolate (há opção de chocolate feito de alfarroba em lojas de produtos naturais) e tudo o que contenha açúcar refinado.

8)Controle o uso de eletrônicos e Internet.

9)Evite colocar a criança na escola precocemente ou em cursos precocemente ou tarefas em demasia.

10)Procure por a criança (e toda a família) em muito contato com a Natureza (parques, jardins, fazendas, sítios, chácaras).

11)Ofereça uma dieta vegetariana equilibrada.

12)Resolva tensões no lar, problemas emocionais na família.

13)Melhore a prática espiritual da família.

12)Mantenha a criança com freqüente atividade física ao ar livre - caminhada, natação, ciclismo, mas não esportes agressivos e competitivos como judô, caratê, etc.



Escrito por JORNAL SUDOESTE AGORA às 17h00
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Secretário Esclarece Sobre Programa Garantia da Safra

 


Secretário Esclarece Sobre Programa Garantia da Safra

O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Mateus Cruz, esclareceu a indagação feita pelo Vereador João Bonfim (PT) na sessão da Câmara de Vereadores de Poções na segunda feira (24), sobre o convênio não firmado do município com o Programa Garantia da Safra.

Segundo Mateus o programa não abrange 100% dos produtores, deixando a maioria fora do convênio, “não cabe ao governo do prefeito Luciano Mascarenhas, garantir uma parcela e deixar outra parte fora do programa, todos merecem o mesmo direito”, disse o secretário. Outra inverdade proferida pelo parlamentar é referente aos valores da contrapartida, a prefeitura paga R$ 18,00 por produtor e não R$ 50,00 com afirmou o vereador, e cada município só pode inscrever até 100 produtores e destes não se tem a certeza de cobertura do seguro para todos. O valor pago pelo programa é de R$ 600,00 independente da perda obtida pelo produtor na cultura plantada e mesmo assim somente três tipos de cultura são cobertas: feijão, milho e algodão. Cada produtor ainda tem de ganhar 1,5 (um e meio salário mínimo por mês) para está enquadrado no programa.

É preciso esclarecer em todos os detalhes para o trabalhador e produtor rural, a Bahia tem 24 mil vagas para dividir com os 417 municípios em duas safras (inverno e verão) e completou, “as pessoas que são parte de liderança política,  precisa conhecer primeiro os programas do seu próprio governo, depois consultar os órgãos competentes para não confundir o produtor rural que sofre com a falta de recursos, mesmo assim o governo quando assumiu tinha 28% de inadimplentes e hoje caiu para 6%”, concluiu Mateus.



Escrito por JORNAL SUDOESTE AGORA às 16h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
    Outros sites
      CONTATO
      PINGA FOGO
      PANORAMA POLÍTICO
      POÇÕES NOTÍCIAS DO MUNICÍPIO
      
      GOVERNO JUVENTUDE EM AÇÃO
      ENTRETENIMENTO
      BAHIA
      CULTURA
      ESPORTES
      SENADO FEDERL
      POÇÕES
      CâMARA FEDERAL
      CÂMARA DE POÇÕES BAHIA
      ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA-BA
      CORREIOS
      TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL BAHIA
      UOL - O melhor conteúdo
      BOL - E-mail grátis
      BANDEIRANTES
      COTIDIANO
      SUGESTÕES/CRITICAS
      SBT
      GLOBO
      REDETV!
      RÁDIO JOVEM PAN
      ESPORTE INTERATIVO
      RÁDIO GLOBO
      SPORTINGBET FUTEBOL AO VIVO
      RECORD
      MUNDO
      BRASIL
    Votação
      Dê uma nota para meu blog